“Jornal da Record” está parecendo o extinto “Cidade Alerta”, afirma jornal

da Folha Online

O “Jornal da Record” está parecendo o extinto “Cidade Alerta”. O telejornal dá bastante espaço às reportagens policiais. Casos de polícia aumentam a audiência. E isso é prioridade na emissora

About these ads

8 Comentários

Arquivado em Audiência, Audiência e TV

8 Respostas para ““Jornal da Record” está parecendo o extinto “Cidade Alerta”, afirma jornal

  1. Discordo do material acima . O “Jornal da Record” dá espaço a materias policiais , mas não lembra nem de longe o “Cidade Alerta”.

  2. Lembra só na audiência , que sempre foi alta . Chegou a dar 15 vde pico.

  3. O primeiro bloco do “Jornal Nacional” é dedicado somente á reportagens policiais. E são materias pesadas .

  4. Marcos Reis

    Não vejo que se pareça com o Cidade Alerta. São programas totalmente diferentes.

  5. Daniel

    se o jornal da record seguisse o modelo do jornal nacional todos diriam que era copia…
    mas ja que tentou ser diferente todos criticam!

    igual a caminhos do coraçao!

  6. clailson

    eu nao sei porq esse preconceito com reportagens e programas policiais,é a realidade do Brasil gente!

  7. Roberto Robson

    Concordo com o Daniel.

  8. roberto

    Rio de janeiro 02/07/2008

    Sou Jose Roberto da silva morais. Tenho 26 anos, sou taxista e moro em Copacabana Rj.
    Bem eu primeiro vou contar do inicio a historia.
    Domingo dia 29 a noite sai para trabalhar aqui no Rio zona sul, trabalhei ate as 5horas da manha(trabalho a noite de 21 as 9 da manha)então precisei levar um pessoal em Três Rios município do Rio de janeiro fica +ou- 300 km daqui do rio. Inclusive eles são familiares da proprietária do táxi da qual eu sou auxiliar, eu também sou amigo da família.então eles foram resolver problemas de família e no táxi comigo também tinha uma senhora de 82 anos,então eles subiram com a senhora para o apartamento da mãe falecida para resolver assunto pessoais.e nisso eu junto com o neto dela estávamos esperando elas descerem então fomos pagar um carne da prestação da moto do eky o neto da senhora de 82 anos enquanto ela subia então tivemos que parar numa vaga perto do banco Bradesco dessa cidade!Eu fui pagar o carne pra ele e ele me esperava no carro estacionado na vaga, então paguei o carnê e fui ao carro esperar a avó dele, ficamos dentro do carro ouvindo musica ambiente, quando estávamos detraídos chegaram viaturas da policia da cidade de Três Rios,então chegaram junto com a tenente Mayla veio o PM ARRUDA, BENTO e a equipe, chegaram me maltratando como se eu fossemos assaltantes de banco.a te então eu fiz tudo que mandaram me revistaram também o neto da senhora.não ficaram satisfeito começaram agredir verbalmente e não deixaram responder as perguntas que eles estavam fazendo,perguntaram onde eu morava eu falei no Rio ai eles não se conte taram e me deram empurrões e levaram na viatura,sem necessidade pois meus documentos estavam em mãos e os do carro também,um deles o PM chamado arruda falou que não gostou da minha cara e pediu pra levar pra delegacia fazendo assim eu ficar constrangido em meio a multidão da cidade pequena como se eu fosse assaltante.quando fui na viatura outro PM me ameaçou de me pegar na rua.isso o correu no dia 30/06/2008 por volta das 13hora e poucos minutos,eles dentro da viatura me ameaçaram dizendo que quem manda na cidade é quem tem dinheiro quem não tem que apanhar mesmo,tentei ligar eles tomaram o celular da minha mão pois eu estava com medo deles sumirem comigo pois já tinha ouvido boatos que eles batem nas pessoa inocente e não querem saber. A tenente mayla falou que a denuncia do banco do Bradesco,eu tinha entrado apenas para pagar o carnê da moto do garoto!e voltei pro carro,pois eu fui humilhado e maltratado o tempo todo ate chegar na delegacia o PM Arruda falou que iria meter a mão em mim só porque ele não foi com a minha cara!e o outro me ameaçou!logo saiu comentário na Radio da cidade e eu junto com a família da senhora vamos sempre a três rios e não tivemos direito de resposta!bem depois do constrangimento que passamos ainda fomos levado a delegacia para que eu não sei!pois os documentos estão legais e eu não sou bandido pra ser arrastado no meio da multidão para viatura e sendo maltratado.por uma mera denuncia do banco Bradesco.fiquei indignado tanto com a tenente que foi super desumana também e os Pms junto com o banco!só faltaram atirar pois cercaram o carro.chegando na delegacia els seguraram agente ate as 14;40 da tarde;sendo que ainda não tinha dormido da noite de trabalho que passei no Rio,pois pedi o numero do registro do acontecimento pois não me deram,eu quis prestar queixa por ter sido ameaçado por o policial pois eu ainda estava na cidade,e também pelo constrangimento do banco mais eles não quiseram registrar a minha queixa eu nunca vi delegacia nenhuma negar queixa. Aí eu fiquei apavorado, pois eles quiseram abafar o caso não fazendo boletim de ocorrência ou coisa parecida. Eu quero processar o banco por danos morais. No entanto eu não voltei ao rio no mesmo dia fiquei em choque com tudo fiquei sem ação. eu quero fazer isso pois ainda tenho que voltar lá e tenho medo que esses policias me matem eles foram bem claro que eu estava ferrado, e eu gostaria de saber se eles podem negar queixa?por favor me ajude!!! estou sem ação eu nunca fui ameaçado de morte!e também nunca fui maltratado e passei muita vergonha na multidão o pior é que eles não deram a minha versão na mídia de lá só a dos policias,e também eu não entendi porque um dos policias tirou uma foto minha do celular dele!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s